O Stress Profissional e suas Repercussões na Vida Pessoal

setembro 29, 2008 às 2:35 pm | Publicado em Uncategorized | Comentários desativados em O Stress Profissional e suas Repercussões na Vida Pessoal
Tags:

Data: 17de Outubro de 2008 às 10 hs

Local: Auditório do MPF –  Av. André Araújo

Público: Funcionários do MPF

Responsável: Adriana Almeida – Psicóloga da Conviver

Oficina Seduc-Semed-Afeam

setembro 29, 2008 às 9:16 am | Publicado em Uncategorized | Comentários desativados em Oficina Seduc-Semed-Afeam
Tags:

Consultora: Adriana Almeida (Psicóloga)

Data: 9 de Outubro de 2008

Local: SEMED AM

II JORNADA NORTE DE TERAPIA COGNITIVA

setembro 29, 2008 às 9:13 am | Publicado em Uncategorized | Comentários desativados em II JORNADA NORTE DE TERAPIA COGNITIVA
Tags:

30 de Outubro e 1 de Novembro de 2008

CONTATO atcnorte_am@hotmail.com
3584-4289/3589-4586

A difícil tarefa de educar nos dias de hoje

setembro 9, 2008 às 11:31 am | Publicado em Artigos | Comentários desativados em A difícil tarefa de educar nos dias de hoje

“Qualquer criança me desperta dois sentimentos: ternura pelo que é e respeito pelo que poderá vir a ser”. (Louis Pasteur)

Muitos pais tem demonstrado receio de exercerem um tipo de disciplina rígida com seus filhos, como possivelmente viveram em suas gerações, partindo para o extremo oposto. Nos dias atuais, é bastante comum nas famílias estirem crianças que demonstram sentimento de estarem perdidas pela falta de imposição de limites em sua educação.

E é bem verdade que as crianças estão, no seu dia a dia, sempre testando seus limites de forma a exercitarem nas suas relações, seja na escola ou em outras relações da mesma forma que vivenciam com seus pais. No momento que se deparam com situações que fogem do seu controle elas expressam de forma a provocar, principalmente, os adultos que com ela convivem.

A questão do limite no desenvolvimento de uma criança é muito mais complexa do que se imagina e são justamente os pais (ou aqueles que cuidam da criança) os grandes responsáveis pela sua adaptação crítica às regras sociais.

É importante, ainda, dizer que os pais devem sempre representar figuras de autoridade diante dos filhos, porém isto não necessariamente significa que desempenhem apenas funções punitivas. A figura de autoridade deve ser firme porque esse papel primariamente desempenhado pelos pais e respeitado pela criança, será futuramente desempenhado pela sociedade e retratado pelas leis.

Dessa forma, a figura de autoridade dos pais, a maneira pela qual a criança vai lidar com ela e com os limites, constitui-se a base para a introjeção das regras sociais e a adaptação a elas na idade adulta.

E qual a melhor maneira de impor limites?

1º ser assertivo e seguro quando falar;

2º ser coerente: o que vale é o que se passa na ação, e não o que se diz;

3º aprenda a dizer não sem culpa, você não irá perder o amor do seu filho por isso, pelo contrário, estará contribuindo para que ele aprenda a superar possíveis frustrações ;

4º caso não concorde com atitude tomada por seu(sua) parceiro(a), em relação ao seu filho, procure não desautorizá-lo(a), exponha sua opinião longe da criança;

5º exerça sua autoridade, evite dizer ao seu filho a famosa frase :”quando seu pai (ou mãe) chegar, você vai ver.”;

6º não ameace seu filho com promessas que não poderá cumprir ,você ficará desacreditado(a) perante ele;

7º exerça sua função ,não seja apenas amigo do seu filho, isso pode confundi-lo.;

8º conheça os amigos do seu filho e procure saber o que ele anda fazendo;

9º controle as diversões eletrônicas ( TV, Internet, Vídeo- Games, Computador).Seu filho pode estar adquirindo valores que você nem imagina;

10º finalmente, passe mais tempo com o seu filho.

“Educar uma criança estabelecendo limites, é acima de tudo, oferecer segurança e uma base sólida na formação da personalidade. É educar com amor.” (Sandra Gaspari)

Julie Almeida Gurgel do Amaral

Psicóloga CRP 01/0184

setembro 1, 2008 às 5:58 am | Publicado em Especiais | Comentários desativados em

Segunda-feira, 01 de setembro de 2008

31/08/200818h18

Informações pessoais e fotos de crianças devem ficar longe da internet

DANIELA ARRAIS
da Folha de S.Paulo

Seja para manter contato com amigos, seja para conhecer novas pessoas, crianças que acessam a internet devem ser orientadas sobre os benefícios e os malefícios que a interação pode trazer.

Em redes sociais, os pais devem aconselhar os filhos para que eles não forneçam informações pessoais em demasia. Nome completo, nome dos pais, escola onde estuda, endereço e telefone devem ficar longe do perfil da criança.

Quando possível, diga para a criança restringir o acesso ao perfil para amigos e família.
Diga para ela evitar, também, a postagem de fotos –alguém pode fazer o download da imagem, alterá-la, ou até mesmo usá-la em sites de pedofilia.

A recomendação de não falar com estranhos, repetida à exaustão pelas famílias, também vale para o ambiente da internet –tantos em redes quanto em programas de bate-papo.

Com a facilidade de ocultar suas identidades, criminosos se aproveitam da inexperiência das crianças para envolvê-las em redes criminosas, como a de exploração sexual.

Os pais devem ficar atentos a mudanças de comportamento. Se a criança se mostrar tensa, mudar constantemente de humor, ficar nervosa ou ansiosa, apresentar problemas para dormir ou começar a evitar contato com amigos, pode ser sinal de que ela está sendo vítima de alguma perturbação.

Além de conselhos, os pais também têm a opção de instalar programas de segurança, como o Net Nanny (www.netnanny.com), que filtram conteúdo adulto ou violento.

Outra recomendação é manter o computador em uma área comum da casa. Assim, fica mais fácil acompanhar o que as crianças fazem on-line.

Dicas de segurança

Alerte

É comum encontrar pessoas que mentem sobre idade, sexo e personalidade. Acompanhe as atividades do seu filho

Ensine

Oriente seu filho para não compartilhar dados como telefone, endereço, nomes de escola, parentes e amigos

Oriente

Mostre como arquivo desconhecido pode ser perigoso

Proteja

Diga que ele pode e deve contar com você em caso de dúvida ou contato com conteúdos desagradáveis

Misture

Incentive outras atividades, como esportes e brincadeiras

Denuncie

Se suspeitar de algo que viole os direitos humanos, denuncie em www.safernet.org.br

Fonte: SaferNet

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u439886.shtml

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.