Pais separados e filhos felizes, é possível?

maio 16, 2008 às 6:57 am | Publicado em Artigos | Comentários desativados em Pais separados e filhos felizes, é possível?

“A maneira como o pai e a mãe enfrentam a separação e suas conseqüências pode influir na vida futura dos filhos.” (Içami Tiba)

A separação de um casal sem filhos, aparentemente, é mais simples. Mas quando o casal possui filhos a situação se torna mais complexa. Faz-se necessário então, que o bom senso seja amplamente utilizado pelo casal.

Assim algumas dicas são fundamentais:

  • A separação precisa estar clara para ambos os conjugues;
  • Não é necessário deixar os filhos atualizados sobre todas as conversas e dificuldades do casal;
  • É preciso que os filhos sejam poupados das informações que eles ainda não têm maturidade para compreender;
  • Quando possível a conversa deve ser feita com o casal ao mesmo tempo;
  • Os filhos não devem exercer o papel de prêmios e nem de juizes;
  • As emoções dos filhos devem ser ouvidas e compreendidas.
  • Cuidado ao incluir uma terceira pessoa no relacionamento do seu filho (a), principalmente se ele ainda está no “luto” da separação e portanto reconstruindo referenciais afetivos e de lar.

É importante ressaltar que os filhos não saem fortalecidos emocionalmente quando os pais se oprimem mutuamente, mesmo que haja “motivos” para isso.

Alguns possíveis sintomas devem ser observados pelos pais:

  • Queda no rendimento escolar;
  • Alteração do sono: hipersonia ou insônia;
  • Alteração do apetite: muita fome ou falta de apetite;
  • Mudanças bruscas de humor: ora alegre, ora agressivo;
  • Isolamento;
  • Dores de cabeça, de estômago ou outros sintomas físicos que possuem relação direta com o estado emocional.


Psicóloga Adriana Almeida

CRP 01/8088

Maio/2008

Anúncios

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: